CASAMENTO Curitiba-PR

MEG E RAFA | Casamento Coletivo

Meg e Rafa - Casamento Coletivo

Hoje quero contar uma história que sai um pouquinho do padrão, mas que me ensinou e emocionou muito.

Meg é crocheteira e Rafa designer gráfico e estão juntos há dois anos. Em março do ano passado Meg em meio à uma crise depressiva tentou o suicídio e após um tratamento voltou para sua vida normal. Pouco tempo depois, em outubro, trabalhando em algumas encomendas descobriu que havia alguns nódulos em sua mama e que estava com câncer.

Em meio ao turbilhão de informações e ações que teriam que ser tomadas por consequência disso tudo eles decidiram que queriam correr atrás de um dos seus maiores sonhos, o casamento.

Como todo o recurso financeiro deles está sendo investido no tratamento da Meg, decidiram participar de um casamento coletivo organizado pelo Programa Justiça no Bairro Sesc Cidadão, da Prefeitura, Tribunal de Justiça e do Sistema Fecomercio. Ainda assim, como sabemos, organizar os detalhes de um casamento nunca foi fácil e eles teriam que correr atrás de vários detalhes como as alianças, e casar vestida de noiva fazia parte dos sonhos da Meg. Por isso o Rafa decidiu criar uma "vaquinha".

Alguém de dentro da RPC ficou sabendo da história e entrou em contato com dois fornecedores de casamento de Curitiba que prontamente disponibilizaram seus serviços e produtos para contribuir com a realização dos noivos. Paralelo à estas ações a Igreja Metodista do Bacacheri se mobilizou para ajudar neste sonho fazendo várias arrecadações e organizando uma cerimônia religiosa com direito à mkof da noiva em hotel, decoração, músicos da cerimônia e até um delicioso jantar. Soube desta história através da minha irmã, a Ísis, que frequenta a igreja e teve a ideia de arrecadar um valor e pagar para que eu fosse até Curitiba realizar um ensaio com os noivos, já que no dia do casamento religioso (06/04) nós estaríamos em Ponta Grossa fotografando outro casamento. Prontamente aceitamos contar esta história, voluntariamente, porém adaptamos a ideia inicial ao cronograma do casamento coletivo.

O casamento coletivo aconteceu às 12h do dia 29 de março, uma sexta-feira, dia do aniversário da cidade de Curitiba. Cheguei às 9h no Lady&Lord Ecoville para realizar o mkof dos noivos, produção que eles ganharam do salão. Ali conhecemos a Meg, o Rafa e a filha da Meg (Bruna), e logo nos primeiros registros já recebemos um recado lindo do "cara lá de cima":



Como os noivos estavam juntos no salão combinamos com toda equipe para organizar ali mesmo um "first touch" e "first look", que é um momento super íntimo, delicado e emocionante. A noiva estava maravilhosa e transbordando alegria, usando um vestido cedido pela Maison Veridiana que é uma das mais bem conceituadas empresas de vestido e trajes de noivos.
Fizemos primeiro o "first touch" nas escadas no meio do salão e todas as pessoas literalmente pararam para ver, e logo depois levamos os dois até o café para realizar o "first look".
Foi demais! Super emocionante e delicado... lindo!



Saímos do salão e fomos direto à Rua da Cidadania do Carmo, no bairro do Boqueirão onde aconteceria o casamento coletivo que nesta edição contava com 600 casais participando do evento. A RPC fez uma entrada ao vivo, o prefeito Rafael Greca estava presente e até "um Elvis Presley" apareceu para cantar.



Após a cerimônia realizamos alguns retratos com a mãe e mais duas tias da Meg e logo depois um breve ensaio, ali mesmo, para finalizar a história deste dia.



Passado toda a intensidade destes momentos o que mais me marcou foi algo simples mas super impactante: a alegria e gratidão estampada no olhar e no sorriso da Meg!
Com ela aprendi que devo ser grato, a todo momento!



A fotografia tem um poder enorme na vida das pessoas e escolhi esta profissão pela oportunidade que eu poderia ter de conhecer novas pessoas, viver histórias especiais e de abençoar e alegrar a vida de alguém com o meu trabalho. A cada trabalho, história, pessoa ou processo pelos quais penso e desenvolvo dentro do meu trabalho a busca é por excelência, não para querer ser "o melhor" de uma forma mesquinha e soberba, mas para que pessoas possam se emocionar e se alegrar com o que faço!

Sei que estou longe da perfeição e que algumas vezes erramos, mas a intenção é sempre fazer o melhor, não importa a quem seja.

Espero de coração alcançar este objetivo... que cada dia que passe eu possa fazer diferença na vida de alguém, seja através de um sorriso, de um gesto, de uma palavra ou do meu trabalho.

Ah! Sábado passado (06/04) aconteceu o casamento religioso e a minha querida amiga que tem um coração enorme e um talento incrível, Mari Sasai, registrou tudo. Obrigado, Mari!

Obrigado Ísis por me apresentar e colocar dentro desta história!
Obrigado Carol, minha amada, por sempre me apoiar e incentivar!
Obrigado Meg e Rafa pela honra de viver estes momentos lindos e tão sonhados pertinho de vocês!
Obrigado Deus, por me capacitar e por colocar pessoas especiais durante a nossa caminhada!